BLOG THIAGO DA NOTÍCIA

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+
  • RSS Feed

segunda-feira, 25 de março de 2019

ESTRANGEIRO É DETIDO PELA PF NO AEROPORTO DOS GUARARAPES COM PASSAPORTE EXTRAVIADO

Nenhum comentário:
 


A Polícia Federal em Pernambuco através de sua Delegacia de Imigração-DELEMIG que fica localizada no Aeroporto Internacional dos Guararapes-Gilberto Freire deteve no dia 23/03/2019 por volta das 21h, um estrangeiro residente na Guiana Francesa, sem identificação, e que informou ao ser detido pelos policiais que era nascido no Haiti e tinha 28 anos. A sua detenção se deu quando o estrangeiro estava tentando embarcar para Espanha/Madrid utilizando um passaporte francês em nome de CLAUDIO ODILON KOESI. A fraude foi descoberta quando os policiais federais perceberam que a foto do passaporte não estava tão parecida com a fisionomia do guianense que estava prestes a embarcar numa viagem internacional. Ao ser consultado os sistemas de tráfego internacional detectou-se que o passaporte que o estrangeiro estava apresentando havia sido perdido (extraviado) no dia 20/03/2019 em Caiena, capital da Guiana Francesa.
Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido constatado a fraude, o suspeito foi detido e em seguida foi levado para a Sede da Polícia Federal no Cais do Apolo no Bairro do Recife Antigo, onde, após ter sido informado dos seus direitos e garantias constitucionais acabou sendo autuado através de TCO-Termo Circunstanciado de Ocorrência pelo crime contido no artigo 308 do código penal (Falsa identidade – usar, como próprio, passaporte ou qualquer documento de identidade alheia para que dele se utilize e caso seja condenado poderá pegar penas que  variam de 4 meses a 2 anos de detenção)
O suspeito também foi identificado criminalmente para que suas impressões digitais e registro fotográfico possam apontar a sua verdadeira identidade, haja vista que ele não apresentou nenhum documento além do passaporte extraviado. O detido assinou compromisso de comparecer perante à Justiça Federal e foi advertido da obrigatoriedade de comunicação de eventuais mudanças de endereços, onde deve responder pelos fatos narrados no Termo Circunstanciado, tomando ciência de que o não comparecimento, no dia e horário a serem marcados pelo Juízo, sujeitará às medidas previstas na Lei. Em seguida o estrangeiro foi levado para realizar Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal e liberado em seguida.
Fonte: Polícia Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff